quinta-feira, 31 de maio de 2012

RodapéNews - Edição de quinta-feira, 31/05/2012 (informações de rodapé e outras que talvez você não viu, associando os fatos) - finalizado às 11h21


 

GESTÃO DO PREFEITO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, VALDOMIRO LOPES (PSB), É MARCADA PELA PRÁTICA DE INÚMERAS IRREGULARIDADES E PELO DESCASO COM A POPULAÇÃO
 
MP FECHA O RALO DA CORRUPÇÃO COM DINHEIRO PÚBLICO PROMOVIDO PELO PREFEITO
Rede Bom Dia - Rio Preto
MP pede cassação de Valdomiro e de 13 vereadores
Promotor afirma que lei que criou 240 cargos em agosto de 2011 serviu para ‘abrigar’ 60 apadrinhados
 Além da perda de função pública, a ação de improbidade pede a suspensão dos direitos político do prefeito e dos vereadores por até 8 anos. O promotor que ainda quer que os acusados devolvam R$ 1,2 milhão pagos aos 60 apadrinhados no período em que ficaram no governo. O promotor também pediu pagamento de multa de  R$ 2,4 milhões ou de valor equivalente até cem vezes os  salários dos vereadores e do prefeito, de  R$ 4,8 mil e R$ 9 mil, respectivamente.
Os 13 vereadores são os que aprovaram a lei em agosto.  São eles:  Jorge Abdanur (PSDB), Manoel Conceição (PPS), Nelson Ohno (PSB), Walter Farath (PSB), Carlão dos Santos (PTB), Maurin Alves Ribeiro (PC do B), Alessandra Trigo (PSDB) e Eduardo Piacenti (PPS). O suplentes Jabis Busqueti (PTB), Irineu Tadeu (PSDB), Emanuel Pedro Tauyr (DEM), Márcio Sansão (DEM) e Gerson Furquim (PP), que exerciam mandato à época e também votaram a favor a lei, também foram acusados pelo MP
 
Estadão
Promotor pede cassação do prefeito de Rio Preto
Em São José do Rio Preto Executivo e Legislativo uniram-se para burlar decisão do TJ e permitir criação de 230 cargos
O Ministério Público Estadual pede a cassação do prefeito Valdomiro Lopes (PSB) e de 13 vereadores de São José do Rio Preto (SP). A ação civil pública, ajuizada pelo promotor Sérgio Clementino na 2.ª Vara da Fazenda Pública, vai contra a decisão do prefeito e vereadores da base governista, que aprovaram, em agosto de 2011, lei que criou 230 cargos em comissão, de livre nomeação do Executivo
 
Repercussões do pedido de cassação:
 
 
EX-PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE RIO PRETO, ENVOLVIDO COM MÁFIA DA INSPEÇÃO VEICULAR, PEDE DEMISSÃO
Estadão - 29/11/2011
Acusado de controlar inspeção veicular pede demissão
Acusado de integrar a quadrilha que controlava o serviço de inspeção veicular no Rio Grande do Norte, o procurador jurídico da Prefeitura de São José do Rio Preto, Luiz Antonio Tavolaro, se demitiu nesta segunda-feira. A demissão ocorre no momento em que o Ministério Público Estadual abre investigação para apurar suposta fraude em licitação de R$ 18,3 milhões para a construção de uma avenida e uma ponte. Mas, segundo ele, a demissão ocorre para não desgastar o governo do prefeito Valdomiro Lopes (PSB) e para que tenha tempo de se defender das acusações imputadas a ele pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte
 
ATUAL PROCURADOR-GERAL, ADILSON VEDORNI, É INVESTIGADO POR FAVORECER FUNDAÇÃO EM LICITAÇÃO DO MUNICÍPIO
Diário da Região
Procurador ‘ajudou’ Faperp em licitação
Em 2006, o então secretário de Negócios Jurídicos Adilson Vedroni, hoje procurador-geral do município, atuou na elaboração de parecer jurídico encomendado pela Faperp para fundamentar a dispensa de licitação em contratos com a Prefeitura de Rio Preto e outros órgãos da administração pública.
Pelo serviço, realizado oficialmente pelo advogado Leandro Luiz com “auxílio” de Vedroni, a Faperp pagou R$ 6 mil. Para o Ministério Público, a atuação de Vedroni pode caracterizar, em tese, ato de improbidade administrativa. Desde 2006, a Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Rio Preto (Faperp) diz que usa o parecer para conseguir contratos junto ao Poder Público, inclusive com a Prefeitura de Rio Preto, sem licitação.
A maioria na área de Cultura, Educação e Assistência Social, como administração de creches e manutenção de núcleos de arte e música. Tanto a fundação quanto a Prefeitura se recusaram a informar os valores e os contratos firmados sem licitação entre eles com base no parecer. Em 2008, reportagem revelou que os contratos entre Prefeitura e Faperp passavam dos R$ 5,5 milhões.
O parecer que fundamentou a dispensa das licitação é assinado pelo advogado Leandro Luiz, que admite o apoio “informal” de Vedroni, conforme revelam documentos obtidos pelo Diário (veja sequência da troca de mensagens eletrônicas ao lado). De acordo com o Código de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Vedroni - servidor da Prefeitura - não poderia atuar numa causa particular contra a Prefeitura
 
NA ATUAL GESTÃO, ÁREA DE SAÚDE VAI MAL
 
COM FISCALIZAÇÃO "FROUXA" DA PREFEITURA, BARULHO ENSURDECE RIO-PRETENSES E PODE CAUSAR SÉRIOS DANOS À SAÚDEDiário da Região
Rio Preto: A cidade do barulhoMedição feita pela reportagem do Diário da Região em diferentes horários e pontos do município adverte: é bom proteger os ouvidos, porque Rio Preto é uma cidade do barulho. Enquanto a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) estabelece 55 decibéis como limite aceitável, o nível de ruídos chega a bater nos 95 decibéis. A medição também supera, em vários pontos avaliados, os 85 decibéis, limite que o Ministério da Saúde considera como crítico. A partir daí, a poluição sonora pode trazer sérios danos à saude, como insônia, gastrite, úlcera, aumento da pressão arterial e até perda da audição
A fiscalização da poluição sonora em bares, igrejas e empresas de serviço que emitem ruídos é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.
No entanto, o rigor da lei não é aplicado para não prejudicar a economia do município, que é baseada no comércio e serviços. “Você tem uma atividade econômica importante para a cidade que traz gente de toda a região para lazer todos os dias da semana. Temos ainda a questão da geração de empregos, portanto não dá para aplicar o rigor da lei. Temos de chegar a um meio termo mediante conversa com os donos dos estabelecimentos”, diz o secretário municipal de Meio Ambiente e Urbanismo de Rio Preto, José Carlos Lima Bueno
http://www.diarioweb.com.br/novoportal/Noticias/Cidades/95518,,Rio+Preto+A+cidade+do+barulho.aspx

Lembrando:
Rede Bom Dia
Rio-pretenses enfrentam problemas com pombosCasas têm de ser dedetizadas por causa do piolho da ave, que é transmissora de graves doenças
http://www.redebomdia.com.br/noticia/detalhe/18310/Rio-pretenses+enfrentam+problemas+com+pombos

G1
Mais dois casos de gripe A são confirmados em Rio Preto, SPCom esses, número de pessoas que contraíram a doença sobe para sete.
Campanha será reforçada com dois novos postos de vacinação
http://g1.globo.com/sao-paulo/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2012/05/postos-ampliam-atendimentos-para-vacinacao-h1n1-em-rio-preto-sp.html
 
ESTADO PARALELO NO BRASIL COMANDADO POR ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA
 
"QUARTO ELEMENTO": NOTA MOSTRA QUE SERRA ARTICULA PUBLICAÇÃO DE REPORTAGENS E SUBSTITUI CACHOEIRA NA VEJA 
Folha - Coluna da Mônica Bérgamo - 31/05/2012
Quarto elemento - Serra pediu a Jobim que falasse sobre encontro entre Lula e Mendes
 
A íntegra da nota, abaixo reproduzida, consta do link a seguir:
QUARTO ELEMENTO
Há alguns dias, José Serra ligou para o ex-ministro Nelson Jobim. Pediu a ele que falasse com a revista "Veja". Jobim atendeu ao pedido do amigo -e só então soube da reportagem sobre Lula e o ministro Gilmar Mendes. Escaldado, Jobim disse não ter presenciado nada beligerante na conversa entre os dois, que ocorreu em seu escritório, em Brasília.
 
Conversa Afiada
Serra substituiu Cachoeira na Veja?
 
Viomundo
Serra participou da armação Veja-Gilmar
 
TUDO MUITO ESTRANHO NO COMPORTAMENTO DE GILMAR MENDES (Nota "Quarto elemento", publicada hoje, explica este comportamento)
TV Gazeta / Youtube
Vídeo: Tudo muito estranho sobre o vazamento da conversa reservada entre Gilmar Mendes, Lula e Jobim - Comentário de Bob Fernandes
Estranhíssimo que um ministro e ex-presidente do Supremo Tribunal vaze conversa reservada com um ex-presidente da República.
Muito mais estranho: se a conversa teve tal gravidade, por que Gilmar Mendes não reuniu o Tribunal no dia seguinte e não denunciou o fato?
Por que não fez uma representação contra Lula? Por que esperou um mês para se dizer indignado?
É digno de um ministro, e ex-presidente do Supremo, vazar através da imprensa informações desse teor? Se é que são verdadeiras. Se era para revelar, por que ele mesmo não revelou? Por que esperou a Veja fazer o trabalho para, só então, numa tabelinha, dizer o que disse?
 
BLINDAGEM DOS CRIMINOSOS FALHOU
Viomundo
Protógenes: “Desta vez a tentativa de blindar o crime organizado não deu certo”
Como todos e todas puderam recentemente testemunhar, o ex-presidente do STF, Sr. Gilmar Mendes, fez declarações à revista Veja, ao site Conjur, aos jornais Globo e Folha de S. Paulo nesta semana, repercutido em diversos meios de comunicação, envolvendo o ex-presidente Lula e também o ex-ministro Nelson Jobim. Tanto foi assim que o próprio Gilmar Mendes teve que retificar tais declarações em seguida, na Rede Globo em 29/05.
Desta vez a tentativa de blindar o crime organizado não deu certo. Felizmente, o trabalho da CPMI do Cachoeira já transcendeu o poder de obstrução dos corruptos, corruptores e do Sr. Gilmar Mendes. Não adianta mais tentar ganhar no grito ou querer dispersar o foco objetivo da CPMI por meio de mentiras
 
DIREITO DE OPINIÃO
Folha - 31/05/2012
Vídeo: É legítimo Lula opinar sobre julgamento do mensalão, diz ministro do STF
É "legítimo" e "normal" que o ex-presidente Lula manifeste opinião sobre a data que considera mais conveniente para o julgamento do mensalão, afirmou o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira (30).
Marco Aurélio é o segundo mais antigo dos atuais 11 ministros do Supremo, órgão responsável por julgar os acusados do mensalão. "Por que é aceitável? Primeiro porque é um leigo. Leigo na área do direito. Na área da política, não. Segundo, porque ele integra o partido, o PT", disse
 
AMOR E DESAMOR
O Globo
Lula: 'Tem pessoas que não gostam de mim'
BRASÍLIA . Em sua primeira aparição pública desde o início da crise com o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez ontem um longo discurso em defesa de seu governo, e repleto de críticas aos adversários e à imprensa. Por recomendação médica, ele deveria discursar por apenas quinze minutos, mas acabou falando por pouco mais de uma hora. Logo na abertura do discurso, o ex-presidente deu o recado mais duro aos adversários, sem citar nomes ou os episódios recentes.- Eu vou falar de pé porque se não, podem dizer que eu estou doente, então é para evitar esses pequenos dissabores. Vocês sabem que eu tenho muita gente que gosta de mim, mas tem algumas pessoas que não gostam. Então preciso tomar cuidado contra essas. Que são minoria, mas estão aí no pedaço - discursou Lula, convidado de honra do 5 Fórum Ministerial de Desenvolvimento, promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e com representantes de 36 países de África e América Latina
 
DESAGRAVO
O Globo
No Planalto, Dilma faz desagravo a Lula
BRASÍLIA . Na primeira aparição pública desde a revelação de que o ex-presidente Lula se reuniu com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes para tratar do julgamento do mensalão, a presidente Dilma Rousseff fez ontem uma espécie de desagravo ao antecessor, homenageando-o numa solenidade no Palácio do Planalto
 
DESCOMPENSAÇÃO DE GILMAR MENDES
O Globo
Gilmar Mendes afronta venezuelanos, diz embaixada
A diplomacia venezuelana reagiu ontem às declarações dadas ao GLOBO pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes no embate com o ex-presidente Lula. Na entrevista, referindo-se a "ações orquestradas contra o Supremo", Gilmar disse que o Brasil não era a Venezuela, onde Hugo Chávez "mandou até prender juiz".
O embaixador da Venezuela no Brasil, Maximilien Arveláiz, disse em nota ter sido indecorosa a atitude do ministro, a quem acusou também de estar desinformado sobre a situação do país vizinho
 
DÚVIDAS E PERGUNTAS SOBRE O COMPORTAMENTO DE GILMAR MENDES
Blog do Zé Dirceu
Dúvidas que todos têm, perguntas que todos se fazem...
 
DELIBERAÇÕES DA CPI
Jornal da Record
Vídeo: Demóstenes Torres tem sigilos quebrados para a CPI
Mais uma vez os convocados para depor na CPI ficaram em silêncio. Eles se negaram a responder às perguntas dos deputados e senadores. Além disso, esta quarta-feira (30) foi marcada pela quebra de sigilo do Demóstenes. Veja no vídeo
 
Correio Braziliense
CPI convoca Agnelo e Perillo para depor
Numa vingança pela quebra do sigilo da construtora Delta no país, o PMDB manobrou e impôs ontem uma dura derrota ao PT: a convocação do governador do DF, o petista Agnelo Queiroz. “A gente não esperava por essa”, admitiu o senador Humberto Costa (PT-PE). “Houve uma clara aliança entre PSDB e PMDB”, reclamou o líder do partido na Câmara, Jilmar Tatto (SP). Agnelo considerou a decisão injusta. “Esse grupo criminoso não conseguiu fazer negócio no Distr ito Federal”, disse. “As gravações da Polícia Federal comprovam que esse gr upo tentou me derr ubar porque eu era um empecilho para a sua atuação.” Além de Agnelo, a CPI do Cachoeira decidiu convocar o tucano Marconi Perillo, de Goiás . Mas poupou o governador do Rio, o peemedebista Sérgio Cabral
 
Bom Dia Brasil - 31/05/2012
Vídeo: Parlamentares terão acesso a informações sigilosas sobre Demóstenes Torres
 
OUTRAS NOTÍCIAS DE SÃO PAULO
 
COMPROVADA A CORRUPÇÃO DE JUIZ, A PENA MÁXIMA (OU MELHOR, O PRÊMIO) É A APOSENTADORIA COMPULSÓRIA
SPTV
Vídeo: TJ-SP afasta o desembargador Alceu Penteado Navarro
 
TOQUE DE RECOLHER EM BAIRRO PAULISTANO
Jornal da Record
Vídeo:Toque de recolher assusta moradores de bairro onde Rota matou seis bandidos
Comércio e escolas do bairro paulistano fecharam após o confronto entre suspeitos e a tropa de elite da Polícia Militar. Os três policiais da Rota presos em flagrante por executar um homem devem ficar na cadeia até o julgamento. A mulher que os denunciou entrará no serviço de proteção à testemunha
 
PREFEITO DE PIQUETE (SP) É CASSADO
SPTV
Vídeo: Vereadores cassam mandato de prefeito em Piquete (SP)
 
O Vale
Prefeito de Piquete é cassado
A Câmara de Piquete cassou ontem, por 8 votos a 1, o mandato do prefeito Otacílio Rodrigues (PMDB).
Ele é acusado de conceder à iniciativa privada o uso de um galpão doado pela Imbel (Indústria de Material Bélico do Brasil) ao Fundo Social de Solidariedade.
A sessão que determinou o impeachment de Otacílio ocorreu no final da tarde. O prefeito chegou a enviar um atestado médico à Câmara pedindo o adiamento da votação por cinco dias, mas a solicitação foi rejeitada --a Câmara alega que o peemedebista ignorou todas as convocações da comissão processante.
No lugar de Otacílio assumirá o vice-prefeito Luiz Alves Moreira (PSD)
 
DESCASO NO AUXÍLIO AOS FUMANTES
Bom Dia Brasil - 31/05/2012
Faltam remédios na rede pública de São Paulo para quem quer largar o vício em cigarro
 
GREVE DE PORTUÁRIOS
G1
MP consegue liminar para garantir funcionamento do Porto de Santos
Sindicatos terão que garantir um mínimo de 70% das atividades portuárias.
Multa pode chegar a R$ 100 mil por dia para quem não cumprir o acordo
 
NACIONAL
 
EXPLORAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL
Jornal da Record
Vídeo: JR mostra flagrantes de exploração do trabalho infantil em grandes cidades brasileiras
A prática atinge mais de quatro milhões de adolescentes e crianças em todo o País. Por lei, eles são proibidos de trabalhar antes dos 16 anos de idade, mas é fácil encontrar menores que madrugam para ganhar alguns reais
 
QUEDA NO RANKING DE COMPETIVIDADE
BBC
Brasil volta a cair em ranking de competitividade
Pelo segundo ano consecutivo, o Brasil perdeu posições em um recém-divulgado ranking de competitividade internacional, que cita declínio do país em investimentos diretos no exterior, crescimento da economia, eficiência do governo e inflação
 
TAXA SELIC
Reuters
Copom reduz Selic a 8,50% ao ano, novo recorde de baixa
BRASÍLIA, 30 Mai (Reuters) - O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade nesta quarta-feira, reduzir a Selic em 0,50 ponto percentual, para 8,50 por cento ao ano, batendo novo recorde histórico de baixa. Até então, o menor nível alcançado pela taxa era de 8,75 por cento e, na avaliação dos agentes econômicos, ainda haverá mais cortes daqui para frente
 
ESPORTES
 
MELHORES MOMENTOS
G1
Melhores momentos: Os gols de EUA 1 x 4 Brasil em amistoso da Seleção Brasileira
 
 
 
 

Presidente do TRE é afastado do cargo



FAUSTO MACEDO
Por 13 votos contra 12, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça (TJ) decretou o afastamento cautelar do desembargador Alceu Penteado Navarro da presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE), o maior do país, com um quadro de 30,6 milhões de eleitores. A decisão é inédita na história da corte eleitoral.
“Vamos ter este ano as eleições municipais, que são a base de todas as outras eleições superiores. Nessas condições não pode recair a mais tênue dúvida sobre os deveres de probidade do presidente do TRE, que deve manter conduta irrepreensível”, disse Ivan Sartori, presidente do TJ.
Aos 67 anos, 40 dos quais na magistratura, Navarro foi indicado pelo próprio Órgão Especial para o TRE. Ele e outros quatro magistrados são investigados pelo recebimento de adiantamentos pagos pelo TJ – e colocados sob suspeita – entre 2008 e 2010.
Naquele período, Navarro presidia a Comissão de Orçamento do TJ. Ele recebeu R$ 640,3 mil. Dois outros desembargadores, Fábio Gouvêa (R$ 713,2 mil) e Vianna Cotrim (R$ 631,6 mil) faziam parte do comitê que, segundo Sartori, detinha poderes para liberar os desembolsos.
As gestões de dois ex-presidentes do TJ, Vallim Bellocchi (que recebeu R$ 1,44 milhão em adiantamentos) e de Vianna Santos (que obteve R$ 1,26 milhão) são citadas – Vianna Santos morreu em 2011.
“Aqui existia administração paralela”, afirma Sartori, que apontou “fortes indícios de conluio para a prática de uma série de ilícitos”. Foi aberto processo disciplinar contra os quatro. Bellocchi, que deixou o TJ em 2010, pode ter cassada a aposentadoria.
Decisões diferentes
Sartori abriu a sessão com seu voto e a proposta de instauração de procedimento administrativo disciplinar contra Navarro e seu afastamento do cargo de presidente do TRE. O Órgão Especial acabou poupando Gouvêa e Cotrim, mantendo-os em suas atividades, mas houve divergências.
A ala radical do colegiado queria estender o afastamento ao grupo. “Eu afasto os três”, disse o desembargador Ruy Coppola. “Conceber a permanência (dos desembargadores), com o devido respeito é passar atestado de idiota. É aquele negócio: farinha pouca, meu pirão primeiro”.
Para alcançar sua meta, Sartori foi estratégico. Ele propôs inicialmente a seus pares que também a Gouvêa e a Vianna Cotrim fosse aplicada a sanção de Navarro.
Mas, durante os debates, vários desembargadores ponderaram que não fazia sentido a medida porque o processo disciplinar estava sendo aberto – longe, portanto, do julgamento – e que os magistrados não teriam condições de travar a fase de instrução da demanda de caráter administrativo, vez que as provas documentais já foram amealhadas na fase preliminar da apuração.
Sartori refez, então, seu voto e passou a defender que Gouvêa e Cotrim permanecessem ambos em seus postos. Mas foi imperativo com relação ao presidente do TRE. “Ele não pode permanecer na presidência do TRE. A situação é delicada, gravíssima.”

Expedição colhe amostra de água e inspeciona margens de represa


Barco de pesquisadores percorre a represa de Itupararanga Por: Fábio Rogério


Jornal Cruzeiro do Sul
Um grupo multidisciplinar composto por dez pesquisadores iniciou na manhã de ontem uma expedição em dois barcos pela represa Itupararanga. Essa ação será direcionada à coleta de informações sobre as condições em que se encontram as águas e as margens do grande corpo d"água, que possui extensão de mais de 900 quilômetros quadrados. A expedição, coordenada pela Associação Vuturaty Ambiental (AVA), Caturro Navegantes, Universidade de Sorocaba (Uniso), Secretaria de Meio Ambiente de Votorantim e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), será realizada em etapas e deverá ser finalizada no final de junho, quando um relatório será apresentado à população e aos prefeitos das cidades de Votorantim, Alumínio, Mairinque, São Roque, Ibiúna, Piedade, Vargem Grande Paulista e Cotia, que formam o território ocupado pela represa.

Por volta das 9h de ontem, o grupo de pesquisadores começou sua navegação pela represa, que durou cerca de três horas. Eles foram até os principais braços de Itupararanga, localizados em cidades como Ibiúna, Mairinque e Piedade, para poder coletar a água do local e analisar sua qualidade. Segundo Nobel Penteado de Freitas, que é coordenador do curso de Gestão Ambiental da Uniso, integrante do Comitê da Bacia Hidrográfica dos rios Sorocaba e Médio Tietê e um dos pesquisadores da expedição, por meio dessa coleta será possível identificar se a água passou por alterações que podem comprometer sua qualidade. 

O secretário do Meio Ambiente de Votorantim, Elzo Savella, estava entre os integrantes da equipe da expedição e destaca que os principais problemas enfrentados em Itupararanga são a ocupação imobiliária, próxima às margens da represa; a agricultura, que algumas vezes chega a avançar para áreas de preservação permanente; o despejo de esgoto, em que o tratamento às vezes não é completo; e o desmatamento. De acordo com ele, a Prefeitura de Votorantim vem combatendo essas irregularidades com fiscalização constante no território da represa que compreende à cidade. "Temos feito fiscalização, para que não surjam novos impactos que venham degradar a represa e a qualidade de suas águas", complementa. 

No dia 16 de junho, os participantes irão percorrer por terra diversos pontos que margeiam a bacia hidrográfica de Itupararanga, registrando situações típicas nos seus principais contribuintes e nascentes. O projeto deverá ser finalizado no dia 20 de junho, quando os dez integrantes da expedição visitarão os prefeitos das cidades que compõem a represa de Itupararanga, para divulgar o relatório final e torná-lo público. (André Moraes)

Movimento realiza protesto amanhã contra a tarifa de ônibus



Lideranças estudantis e comunitárias criticam reajuste da Urbes

 Jornal Cruzeiro do Sul
José Antônio Rosa
joseantonio.rosa@jcruzeiro.com.br

Ao menos 1,5 mil pessoas devem participar, amanhã, às 16h30, no Terminal Santo Antonio, do protesto contra o aumento da tarifa de ônibus para R$ 3,15. A atividade, de caráter suprapartidário, foi organizada por lideranças do movimento estudantil e representantes de comunidades. Ontem, alguns dos organizadores estiveram no local para avisar a população. Portando um cartaz que reproduz o desenho de uma catraca assaltando um passageiro, os manifestantes criticaram o reajuste.

"Não podemos aceitar essa situação. O transporte na cidade é um lixo, as pessoas não são respeitadas, e andam espremidas sem o menor conforto. Para ajudar, os atrasos são constantes. Esse inferno todo vai pesar no bolso dos sorocabanos e, por isso, convidados a coletividade para que proteste faça valer os seus direitos. Sorocaba não pode conviver com mais esse abuso; o povo precisa tomar consciência e responder à altura", comentou Josué Lima.

Quem passava pelo local, logo aderiu à mobilização. "Estarei, sim, aqui na sexta-feira (amanhã), porque acho isso tudo um assalto à mão armada. Somos feitos de palhaços. Ninguém perguntou, por educação que fosse, se concordamos com essa trapalhada toda. Não dá para aceitar. Nosso salário não acompanhou essa mudança. O pouco que recebemos vai para pagar o transporte coletivo, que é uma porcaria sem tamanho", disse a estudante Daniela Borges.

A aposentada Isabel Laurentina também concorda. Assim que passou diante dos organizadores, fez questão de parar. "Tem de assinar alguma coisa? Se tiver, eu assino. Isso aqui virou terra de ninguém mesmo. A gente é transportado feito carne para o frigorífico. A essa hora fica impossível entrar no ônibus, um empurra-empurra que não tem fim. Aonde vamos parar desse jeito, meu Deus? Alguém tem de olhar pelo povo".

Josi Bartolli garantiu presença na manifestação. "Ninguém concorda com tanto absurdo. Já sofremos tanto, não temos atendimento, falta saúde, educação, fazem o que querem na Câmara e, agora, a passagem sobe desse jeito. Estamos cansados de apanhar. Se é para reclamar, contem comigo. Não só venho, como trarei mais amigos. Onde já se viu? Se não fizermos nada, vamos passar por palhaços. Está na hora de acordar".

Campanha do agasalho arrecada mais de 28 mil peças em São Roque


Roupas serão doadas neste sábado (2) a famílias carentes.

Mais de 600 famílias devem ser beneficiadas.

Do G1 Sorocaba e Jundiaí
Comente agora
O Fundo Social de Solidariedade de São Roque (SP) arrecadou mais de 28 mil peças de agasalho na campanha 2012, que teve início em abril. As peças de roupa serão doadas neste sábado (2) a famílias carentes da cidade.
A doação será feita na sede da Obra Assistencial, no centro da cidade, das 8h às 12h30. Segundo a FSS, mais de 600 famílias serão beneficiadas neste ano. Cada um receberá uma senha, que será trocada pelo agasalho. “Precisamos organizar com senhas para que todos sejam beneficiados por igual”, explicam os organizadores.
A sede da Obra Assistencial fica na rua rua Enrico Dellaqua, 271 – Centro.
Informações pelo telefone (11) 4712-6637
 

Livros didáticos são queimados em prédio da prefeitura de Alumínio, SP


Imagens feitas com câmera amadora mostram a destruição das apostilas.

Diretoria de educação negou ter dado ordem para queimar o material.

Do G1 Sorocaba e Jundiaí
Comente agora
Dezenas de livros didáticos que nunca foram utilizados foram queimados dentro de uma propriedade da prefeitura deAlumínio (SP). Imagens gravadas com um equipamento amador mostram o passo a passo de como os funcionários do setor de almoxarifado destruíam as apostilas, conforme mostra a reportagem do Tem Notícias.
Primeiro, o material era cortado em uma máquina, página por página. Em seguida, as tiras de papel eram queimadas em um tambor, do lado de fora do prédio. Segundo funcionários, a ação acontecia desde o início da semana.
A diretora de educação da cidade, Marli Fernandes, foi informada e se dirigiu imediatamente ao local. Segundo ela, o material continha erros, já foi substituído e deveria ter sido devolvido há mais de um ano à empresa que o produziu.
A diretoria informou que não deu ordem para que os livros fossem destruídos e afirmou que vai abrir uma investigação para apurar quem teria feito isso. "Nós vamos abrir um procedimento administrativo para ver de onde saíram as apostilas. Eu não tinha conhecimento de que esses livros estivessem aqui", diz Marli.
Livros eram queimados em um tambor, do lado de fora do prédio (Foto: Reprodução/TV TEM)Livros eram queimados em um tambor, do lado de fora do prédio (Foto: Reprodução/TV TEM)